Como acabar com o efeito platô

Se você está fazendo algum tipo de dieta voltada para a perda de peso, é bem possível que depois de algum tempo, o peso estacione. E para resolver este problema, trazemos neste post algumas dicas para ajudar a acabar com o efeito platô na dieta.

Chamamos de efeito platô o momento de estagnação na perda de peso. E não precisa ficar preocupada porque isso acontece com praticamente qualquer pessoa que faz uma dieta ou reeducação alimentar.

Nosso organismo sempre procura se adaptar à qualquer situação externa. Quando uma pessoa restringe a alimentação, seja qual for o motivo, ele “se protege” para que o ser humano não fique suas funções mínimas. Seu gasto energético fica equilibrado de acordo com as calorias que são ingeridas durante o dia. Ou seja, se você ingere poucas calorias, tende a perder menos também.

Explicando o que é um platô de maneira mais simples, podemos dizer que o platô é aquela fase em que seu peso fica estacionado e fica muito difícil sair de determinado número.

Justamente quando isto acontece que muitas pessoas desistem de seus objetivos. Acham que por não verem números expressivos na balança, que a dieta não está fazendo mais efeito e que não irá conseguir chegar no seu peso ideal. Surge o efeito sanfona.

Mas não é bem assim. O que dizemos aqui sempre é que é muito importante focar na sua qualidade de vida em primeiro lugar do que em números.

Quando defendemos a dieta low carb, por exemplo, pensamos primeiramente na saúde que ela pode proporcionar. A queda no peso corporal é também uma ótima consequência. Dá para emagrecer sem passar fome e comendo muitas coisas gostosas.

O que fazer então para acabar com o efeito platô?

Como acabar com o efeito platô

Existem alguns “truques” que podem lhe ajudar a acabar com o efeito platô. Mas o mais importante é nunca desanimar nem se desesperar. O corpo humano é uma verdadeira máquina e precisamos entender como nosso organismo funciona, para conseguir os melhores resultados.

Faça exercícios físicos de maior intensidade

Como acabar com o efeito platô

Converse com um profissional de educação física para que ele encaixe em seu treino execícios com uma intensidade maior. Geralmente apenas 15 minutos destes exercícios específicos para perda de peso são suficientes a cada dia. Consulte um profissional de educação física para lhe orientar.

Evite comer “doces low carb” com frequência

Evitar doces low carb - acabar com o efeito platô.

Para as “formigas” os doces podem fazer muita falta. É nessas horas que as muitas receitas low carb disponíveis na internet podem ajudar bastante. Só que muita gente abusa.

Mesmo sendo doces com baixo teor de carboidratos, não devem ser consumidos com certo exagero, pois eles podem boicotar a sua dieta.

O mesmo vale para as farinhas low carb. Caso faça muito uso destas farinhas e esteja sofrendo com o efeito platô, procure evitá-las por um período de tempo. Elas são sim lowcarb, mas empanados todo dia, pode prejudicar o seu resultado.

Não abuse das gorduras adicionadas

A gordura natural dos alimentos não trazem malefícios para a saúde, porém as adicionadas podem sabotar o seu projeto de perda de peso.

Quando falamos em adicionadas, estamos falando da quantidade de azeite que você usa na salada, por exemplo. Da manteiga adicionada no café. Do excesso de óleo de coco para preparar os alimentos.

Muitas pessoas escutam que estas gorduras fazem bem para a saúde e exageram. Só que não é bem assim. Na salada, enquanto estiver sofrendo com o platô, procure temperar suas saladas com outros produtos como o limão, ervas, etc.

Aprenda a ler os rótulos

É importante ler sempre os rótulos dos alimentos. Você conhece todos os nomes do açúcar? Pois é, se ainda não conhece, recomendo que aprenda. Por muitas vezes não vemos o nome “açúcar” dentro, mas ele está lá, presente, com um nome diferente.

“Fugir” um pouco da dieta pode trazer resultados benéficos

Quando uma pessoa fica muito tempo com baixa ingestão de carboidratos, pode haver uma redução na produção de certos hormônios essenciais. Esta diferença pode fazer com o que o corpo demore mais para consumir gordura.

Sendo assim, não há mal nenhum em fazer uma refeição com uma carga maior de carboidratos. Ao invés de te prejudicar, neste caso os carboidratos podem mesmo é te ajudar.

Resumindo

O efeito platô pode atingir qualquer pessoa que está em processo de reeducação alimentar ou dieta restritiva. Porém, com algumas adaptações, é possível sair desta fase “tenebrosa” e continuar o projeto para chegar no seu peso ideal.

É nessa fase que muita gente acaba desistindo da dieta. O resultado disso? O efeito sanfona. É importante entender que esta é uma fase difícil, mas que será superada. Se por acaso, algo der errado hoje, lembre-se que amanhã é um novo dia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.