Dicas para quem está fazendo reeducação alimentar

A iniciativa de fazer uma reeducação alimentar é o primeiro passo para quem quer passar a ter hábitos saudáveis e melhorar a saúde. Neste post, tentaremos mostrar alguns erros que você deve evitar e algumas dicas para tornar essa mudança um pouco mais fácil.

Engana-se quem pensa que uma alimentação saudável é aquela que é totalmente restritiva. Se você acha que é normal ir a uma festa e levar uma marmita para não comer a comida do local, acho que é preciso ir mais fundo e procurar uma ajuda psicológica. Temos que ter uma relação de equilíbrio com a comida.

Equilíbrio.

Acho que esta é a palavra que melhor define onde quero chegar. O grande erro dos brasileiros (e de muitas pessoas no mundo) é que tudo se transforma em rotina. Virou rotina comer açúcar no café da manhã, no almoço, no lanche da tarde e no jantar.

Lembro que na minha infância, o refrigerante era uma bebida que só entrava na mesa em ocasiões especiais como um almoço de família de domingo ou então uma festinha de aniversário. Hoje, muitos substituem a água pelo refrigerante. Engana-se quem pensa que a versão diet ou zero é saudável. Já existem estudos que pretendem provar justamente o contrário.

Hoje, ninguém mais quer aprender a fritar um ovo. Mesmo com tantos recursos disponíveis, existem pessoas que tem verdadeiro pavor a cozinha. E isto pode estar matando as pessoas aos poucos.

Tá, matando talvez possa ser muito radical, mas as pessoas estão ficando doentes. Dieta não significa passar fome e esta é uma tecla que eu vou bater sempre por aqui. Aliás, eu já disse hoje o quanto odeio a palavra dieta?

Se você corta o açúcar da sua alimentação diária, se corta o excesso de produtos industrializados e passa a comer comida de verdade, comida feita em casa, em poucos meses você passa a se sentir melhor, a ganhar mais saúde e a perda de peso se torna natural.

Dicas para fazer uma reeducação alimentar

Dicas para reeducação alimentar
Comida de verdade e gorduras saudáveis são os ingredientes de qualquer reeducação alimentar bem sucedida.

Elimine todos os produtos refinados ou ricos em açúcar

Se você tiver biscoitos, balas, chocolates, lasanhas industrializadas congeladas em casa, o melhor a fazer é de desfazer destes produtos. Doe para alguém que necessite. Com estes produtos em casa, fica muito mais fácil “escorregar”.

Compre mais produtos que não tenham rótulos

É claro que não estou falando para você abolir os industrializados da sua vida, mas sim usá-los somente quando necessário. Aprenda a ler os rótulos e veja o que você está levando pra casa. Comida de verdade e saudável na grande maioria das vezes não precisa de rótulos.

Troque refrigerantes e sucos por água

Os refrigerantes e sucos (ao menos no início) do processo devem ser evitados. Mesmo os sucos feitos com frutas naturais são extremamente ricos em frutose, que nada mais é, do que açúcar. A água não tem calorias, não faz mal para a saúde e pelo contrário só traz benefícios. Se você sentir muita falta dos sucos e refrigerantes, uma dica que sempre uso é tomar água com limão. Não precisa ser morna, em dias quentes, um copo de água gelada sempre cai bem.

Leia também: Os vários nomes diferentes para o açúcar.

Não conte calorias

Não fique na neura de contar as calorias dos alimentos. Quando comemos comida de verdade, preparada com gorduras saudáveis (azeite, óleo de coco, banha de porco, dentre outros), não há motivo para tal preocupação. Também deixe aquela neura de comer de três em três horas pra trás.

Vá ao supermercado e na feira sempre com uma lista de compras

Além de ajudar o seu bolso, ter uma lista de compras evita que você caia em tentação. Vai te ajudar a economizar e a evitar passar pelos corredores cheios de armadilhas dos supermercados.

Faça um planejamento das suas refeições

Muita gente fica com preguiça de cozinhar. Por isso, planeje suas refeições com antecedência. Separe algumas horas durante um dia para preparar pratos para vários dias. Use o seu congelador ou freezer a seu favor. Eu todas as semanas tiro um dia da semana para preparar todos os pratos. Assim não tem desculpa para comer besteiras.

Use a internet a seu favor e estude!

Uma simples pesquisa no YouTube pode retornar uma série de vídeos que mostram receitas, maneiras diferentes de preparar diversos alimentos. Não dá para enjoar da comida. Um dos que eu mais gosto é o Panelinha da Rita Lobo. Dá para aprender a preparar a abóbora de várias maneiras diferentes.

Algumas dicas finais

Pra encerrar, mais algumas dicas que podem te ajudar nesse processo de reeducação alimentar e alimentação saudável:

  • Faça pratos coloridos. Use e abuse dos vegetais e folhas
  • Coma devagar e mastigue bem os alimentos
  • Tenha boas noites de sono. Noites bem dormidas ajudam a emagrecer. Sim, isso é verdade!
  • Beba bastante água durante o dia
  • Use temperos naturais como alho, cebola, louro e demais ervas. Evite temperos prontos industrializados que são ricos em sódio e só fazem mal para a saúde.

Reeducação alimentar não é sinônimo de tortura e sim de ganho de saúde. Lembre-se sempre disso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.